Seja bem vindo!!!!

Agora em BH mais um Espaço Cultural.

Pátio Espanhol
Gastronomia, Cultura & Escola de Dança

Avenida do Contorno, 4035
São Lucas - BH / MG


Besitos

Elisa Soares
elisasoares@patioespanhol.com.br
(31) 3324-4035 // 9991-7210

Beneficios do Flamenco

BENEFICIOS DA DANÇA FLAMENCA

Quem pretende ganhar resistência e fôlego, um corpo firme, flexível e bem torneado pode investir nas deliciosas aulas de flamenco. A tradicional dança espanhola ganhou espaço consagrado entre as brasileiras e fortalece os músculos das panturrilhas, coxas e glúteos, além de aumentar a capacidade aeróbica.
Entre os muitos benefícios da dança estão a postura perfeita, o aumento da elasticidade e flexibilidade e o desenvolvimento da consciência corporal. Além disso, os praticantes da dança ganham agilidade e grande capacidade de expressão.
Por ser um exercício aeróbico, a dança ajuda a queimar gorduras de uma maneira divertida. Os benefícios do flamenco vão além do físico, auxiliando a desbloquear emoções e liberar as tensões e o stress do dia-a-dia. Pode ser praticada em qualquer idade e é uma dança sedutora e marcante que trabalha a auto-confiança e a desinibição.
Durante as aulas, o aluno desenvolve musicalidade e ritmo, aprende a se movimentar junto com a música, marcando o compasso com pés e palmas fortes no tempo certo.
A aula é dividida em duas partes. A primeira enfatiza a técnica trabalhando a postura correta, os giros e a posição correta de braços e pernas. A segunda é dedicada ao desenvolvimento das coreografias.
É muito importante prestar atenção na música, aprendendo a fazer a contagem certa do tempo. Com o desenvolvimento dessa sensibilidade rítmica, o bailarino consegue dançar em total sincronia com a música, entregando corpo e alma ao ritmo contagiante do flamenco.
Para a prática da modalidade, os sapatos são itens de primeira necessidade. Devem ser altos, de modelo específico para a dança, feitos com metais no solado. É preciso usar uma saia longa, também específica que pode ser encontrada em lojas especializadas. É aconselhável utilizar tecidos frescos de algodão para absorver o suor.
O flamenco faz bem para o corpo e para a alma. Quem dança torna-se mais belo, mais seguro e mais feliz!

...................................................................................................

FLAMENCO EMOCIONA E FAZ BEM PARA O CORPO

Os pés golpeiam o chão, alternando passos vigorosos e sutis. As palmas marcam o compasso e enchem de vida cada passo. No rosto da bailarina, a dor ou a alegria da guitarra e da voz do "cantaor". Ela acelera o ritmo e os músicos a seguem. Em um movimento forte, ela finaliza. Silêncio no público. Aos poucos, os aplausos começam e vão se intensificando.
Não é preciso entender de flamenco para se emocionar em uma apresentação. Mesmo quem nunca pisou na Espanha fica tocado quando está diante de um bom espetáculo. Além de sensibilizar, essa dança faz bem ao corpo.
Quem está querendo aumentar o fôlego e ter pernas bem torneadas pode apostar no flamenco. Os passos fortalecem os músculos das panturrilhas e coxas e melhoram a capacidade aeróbica. A postura no dia-a-dia também é aprimorada pela dança. A mobilidade, agilidade e consciência corporal ficam mais desenvolvidas.
Mas os benefícios do flamenco estão muito mais na mente e no coração do que no corpo. Quem se entrega a essa dança definitivamente não é daquelas pessoas que só pensam em ter um físico sarado de praticantes de musculação. Ela quer ter contato com uma arte viva que desenvolva ritmo e expressão de emoções. Por isso, pode ser indicado para os estressados que querem algumas horas por semana para se desligar das obrigações diárias.
Nas aulas, o aluno aprende mais que passos e coreografias. Ele desenvolve a parte rítmica. Aprende compassos, estruturas de cada ritmo e compreende que ele é parte da música. Uma palma fora do tempo, por exemplo, compromete a qualidade da apresentação e atrapalha os músicos. Por isso, quem tem "bom ouvido" tem mais facilidade.
"Um aluno de vida sedentária, mas com facilidade rítmica pode ter um bom resultado frente a outro que desenvolve uma atividade física qualquer mas tem grande dificuldade rítmica", afirma Andrea Guelpa, professora e diretora da companhia de dança Triana Flamenca. "Isso pode assustar um pouco, mas o flamenco é muito envolvente. Quando há identificação, o aluno, sem perceber, passa a curtir e a entender a música, tornando esse estudo extremamente prazeroso."
Democrática e sedutora
Ao contrário de algumas danças que privilegiam apenas adolescentes esquálidas, o flamenco pode ser praticado por qualquer um. É comum ver mulheres com mais de 30 anos se dedicando às aulas. "Como forma de lazer e de atividade física, pode ser praticado por todas as idades e biotipos. Claro que o resultado é proporcional à condição e facilidades físicas de cada um", explica Andrea.
Outra característica do flamenco é a fama de dança sedutora. Os movimentos e a expressão da bailarina a deixam com ar de mulher forte e segura de si. "O flamenco trabalha a autoconfiança, permite a desinibição de gestos expressivos, a liberação da tensão do dia-a-dia e a busca de possibilidades de expressar sentimentos."
Entrevista com a bailaora Andrea Guelpa

...................................................................................................

REEDUCAÇÃO POSTURAL E DANÇA FLAMENCA

Em nosso corpo, temos, além de outros tipos musculares, os músculos dinâmicos e os estáticos. Resumidamente, a musculatura estática é mais profunda imperceptível aos olhos e ao toque leve, chamada de musculatura tônica ou antigravitacional, grande responsável pela manutenção da postura no nosso dia-a-dia, nos mais variados posicionamentos. Encontra-se grande parte desse tipo muscular em toda a coluna vertebral, sustentando-a e contendo-a no seu eixo. O desequilíbrio desses grupos musculares pode gerar desvios posturais, dores na coluna e até condições mais graves como hérnia de disco. Por ser uma musculatura de difícil acesso, é também difícil de ser alongada, fortalecida e reorganizada (isso é feito, comumente, através da RPG – Reeducação Postural Global).
A dança flamenca é marcada, em sua maior parte, pela manutenção de uma postura típica de extensão do tronco, retrusão e depressão dos ombros, adução e depressão das escápulas, alongamento do pescoço e encaixe da coluna lombar com uma leve flexão do joelho (o que vai limitar os movimentos de rotação excessiva da coluna lombar). Tudo isso vai gerar um trabalho intenso da musculatura estática do nosso corpo, ajudando a corrigir problemas posturais, tensionando e fortalecendo toda a musculatura tônica presente na coluna vertebral, sem falar na dinâmica, gerando posturas que vão se assemelhar aos princípios de uma reeducação postural. Isso tudo pode ser perfeitamente sentido durante uma única aula de 1 hora, e os benefícios para a coluna vertebral e os grupos musculares diretamente envolvidos com ela (como a cintura escapular e cintura pélvica) só tendem a crescer com a dança. Entre outros benefícios, temos: ajuda na correção de vícios posturais e desenvolvimento da consciência corporal através do aumento da flexibilidade, da elasticidade e fortalecimento musculares. A dança Flamenca vai trabalhar o corpo globalmente, essa forma, se assemelha aos objetivos da RPG.
O ritmo da dança pode ser marcado com palmas e com os pés, além dos instrumentos. A bailarina vai desenvolver um sapateado rítmico sobre um sapato de salto específico, realizando movimentos suaves com os ombros, braços, punhos e mãos, além de giros e deslocamentos. Todos esses movimentos são fortemente sustentados por uma postura ereta, forte e disciplinada da coluna vertebral, que estará mantendo em tensão constante os grupos musculares responsáveis pela sustentação corporal.
Por isso é imprescindível um preparo muscular global antes de se iniciar uma aula ou uma apresentação de dança flamenca. Esse preparo inclui o alongamento dos grupos musculares dinâmicos (quadríceps, panturrilhas, bíceps e tríceps, flexores e extensores do punho e dos dedos etc) e também da musculatura estática, que é mais difícil, mas também é possível. Exercícios de solturas articulares também são muito importantes. Esse preparo deve ser gerenciado pela professora de Flamenco. Aprender a sentir cada movimento do nosso corpo, desde o mais suave até o balístico, faz parte de uma retomada de consciência corporal que comumente é esquecida no cotidiano e cada vez mais esquecida com o passar dos anos.
O trabalho com a postura e com a dança pode ser realizado em qualquer fase da vida e só trará benefícios para o corpo e para a mente, aliviando e, principalmente, prevenindo dores causadas por posturas viciosas e sedentarismo, além de gerar um impacto importante na qualidade de vida. É necessário enfatizar que as aulas de Flamenco não podem ser substituídas pelo tratamento com a RPG, já que a dança não é um tratamento; mas podem sim contribuir para a manutenção de uma boa postura, através dos princípios citados no artigo.
Cuide sempre da coluna!
Sobre o Autor:
Aline Barreto é fisioterapeuta e RPGista, pos graduanda em Auditoria em sistemas de saúde. Atua na área hospitalar e em empresas que oferecem serviços de qualidade de vida e saúde do trabalhador, como ginástica laboral e ergonomia. Salvador-Ba

....................................................................................................

Nenhum comentário:

Postar um comentário